Compartilho mais um testemunho da missão com vocês. Desta vez, do meu grande parceiro Roque, ou melhor, Capitão Médico da PM Roque…sempre bem humorado, agitado e disponível, foi fundamental na motivação e suporte da nossa equipe durante toda a missão.

É com você Roque:

“Pessoas muito pobres, sem nenhum tipo de assistência de governo, abandonadas em campos de refugiados onde famílias vivem em tendas de 2×2 cobertas por lona plástica.

thumb_QUI_3759_1024

Nos atendimentos, o que mais se encontra é uma condição precária de higiene e cuidados pessoais, onde os dentes em geral são cariados e podres, isso provavelmente porque não lhes foram apresentados ainda a necessidade básica da escovação dentária.

Alguns nunca escovaram os dentes, resultado disso um verdadeiro prejuízo de aspecto funcional e psicológico a todos eles.

thumb_QUI_3768_1024thumb_QUI_3763_1024

A água que têm acesso não é potável e isso explica os surtos de desidratação e infecções intestinais, principalmente das crianças, o que gera uma perda de peso e um comprometimento crônico no desenvolvimento do seu crescimento.

Outro diagnóstico comum encontrado foram as pneumonias e quadros alérgicos crônicos.

Sem acesso a qualquer forma de mídia, internet, telefone, ou qualquer outro recurso de comunicação, no geral são pessoas oprimidas, que se submetem ao islamismo e, de uma certa forma, são conformados com sua situação de guerra e de desprezo social.

thumb_QUI_3829_1024

Passaram a ser pessoas que não são mais bem vindas no seu país de origem , nem tampouco no país que agora se estabelecem.

Nos atendimentos médicos, nos deparamos com pessoas de características carentes, pobres, sem nenhum tipo de exigência social. Verdadeiros bichinhos acuados que aceitam qualquer tipo de ajuda sem hesitar.

 

thumb_QUI_2816_1024

Os meninos geralmente a partir dos oito anos , são recrutados pra guerra e passam a sofrer uma lavagem cerebral do governo local da Síria, e se tornam guerreiros locais sem nenhum treinamento militar, e as meninas, que perdem seus pais ou responsáveis por motivo da guerra, são recrutadas por aliciadores que as exportam, na maioria delas, para Arábia Saudita para serem exploradas sexualmente, vendidas como escravas sexuais.

Esses jovens quase certamente nunca mais retornarão às suas famílias e morrem geralmente antes dos 20 anos.

De comportamento típico, as mulheres geralmente não nos olham nos olhos, sempre de cabeça baixa, e as crianças acima de 5 anos que sofreram as ações da guerra, são crianças muito ansiosas, traumatizadas, muitas até neurotizadas que mal conseguem permanecer na sala de atendimento aguardando o chamado médico ou odontológico.

Choram, agarram as pernas das mães, e não escutam nem quando chamam pelo seu nome.

 

thumb_QUI_3837_1024

De forma geral atendemos 1200 pessoas de um universo de 2 milhões de refugiados sírios que hoje se encontram em solo libanês.

Acreditamos que essas pessoas as quais atendemos, de alguma maneira, foram impactadas pelo nosso carinho, atenção básica á saude a que foram apresentadas e, acima de tudo, pelo amor cristão como foram tratadas pela equipe.

thumb_QUI_3648_1024

Tivemos o privilégio de aprender com elas, e voltamos ao nosso Brasil, muito reflexivos a respeito de como somos felizes no nosso país e como nada se compara aos efeitos de uma guerra.

Apesar de termos atendido uma pequena amostra daquela população, entendemos que a semente foi plantada, e que cada vez mais há a necessidade de nos doarmos mais e mais em prol de outros.

 

thumb_QUI_2735_1024

E como forma de agradecimento, esses refugiados que nada tem a dar em troca , nos retribuem apenas com um sorriso triste, dizendo apenas um …..obrigado, Dr Roque , Deus te abençoe…

Que outras oportunidades venham e que Deus nos abençoe a ajudar cada vez mais irmãos, sejam eles refugiados de guerra que vivem distantes de nós, ou mesmo aqueles nossos irmãos menos favorecido que se encontram do nosso lado.”

VALEU ROQUE!!!

4 comentários sobre “Capitão Roque…a voz da motivação

  1. Pessoal obrigado pelas palavras.
    Certamente voltaremos em breve pra novos desafios.
    Muitas vidas ainda precisam ser salvas.
    Jamais pararei de dizer…..
    Libadooooooo

    Rockssss

    Curtir

  2. O Roque teve um papel fundamental na missão, não deixava a ‘peteca cair’.
    Nos deixou motivados, quer seja pelas sabias palavras ou pelo ótimo senso de humor.
    Dani e Roque, agradecemos a Deus pela vida de vcs e pela oportunidade de compartilharmos essa experiência.
    Beijos,
    Casal B*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s